MUSCLE TEE: A TENDÊNCIA DOS BRAÇOS DE FORA
Marina… Momentos que se foram, Memórias que ficaram…
Tire os sapatos ao entrar em casa
Coque Baixo um Clássico que nunca sai de Moda
Depois dos 40 anos não há depois, é tudo agora!

Chapéus, Use e Abuse!

 

A palavra CHAPÉU provém do latim antigo “cappa”, “capucho” que significa peça usada para cobrir a cabeça.

Chapéus são usados desde da idade média onde os gregos faziam uso em suas viagens como uma forma de proteção. Também sabemos que por muito tempo foram usados exclusivamente por homens para identificar hierarquia, poder, função, condição social ou até mesmo o local de origem de quem usasse. Hoje em dia a sua principal  função é acrescentar modernidade ao look.

Eu adoro chapéus! Sempre estou encaixando algum nos meus looks.

É uma moda que transcende épocas. Seja no inverno ou no verão,  nos protegem dos raios solares e nos dias chuvosos protegem a nossa chapinha!!! Sempre encontramos um modelito que está na moda e cai bem para a ocasião! Eles existem nos mais variados tamanhos, texturas, cores e modelos, o que fica mais fácil para escolher qual se adapta melhor ao seu estilo.

Dentre tantos tipos os mais conhecidos são estes:

PANAMÁ:

De panamenho não tem nada, sua origem é mesmo o Equador. Panamá na verdade não é o modelo de corte e sim o estilo de confecção, feito com palha trançada e acompanhado de uma fita em volta do pé da copa (a parte acima da aba),  dando conotação unissex.

 

FEDORA:

É um chapéu de feltro com concavidades na parte superior e na frente. Tem o mesmo formato do panamá, porém podem também ser em outros materias diferentes da palha. Esse modelo ganhou destaque com os filmes de Hollywood nos anos 40, sendo muito utilizado por gangsters. O fedora é um dos mais básicos, e pode compor diversos looks, seja para o dia ou noite. Ele combina com um visual mais alternativo ou glam rock. Quando for usar o fedora use a abinha para trás, deixando a parte reta para frente.

 

CLOCHÊ:

Inspirado nos anos 20, esse é o modelo ideal se você gosta de um visual clássico e retrô. Seu nome significa “sino” (em francês), por causa do seu formato. Ele serve para alongar o rosto e disfarçar a testa alta.  Com ele você pode compor looks românticos ou vintage.

FLOPPY:

É o chapéu que todo mundo mais associa com a cara de milionária: em geral, possuem grandes abas e aba bem molinha. Combine com lenço, óculos grande. A cartela de cores é bem variada, com modelos nude, branco, preto, marrom e coloridos.

Dicas:

Baixinhas devem evitar modelos com abas muito grandes.

Personalize o seu chapéu com broches ou lenços em volta da copa.

É interessante saber o  tamanho certo na hora da compra. Para descobrir, você pode medir o tamanho da  circunferência da cabeça usando fita métrica, na altura da testa e dois centímetros acima da orelha e confira seu tamanho correto na tabela abaixo:

Até 55 cm = P

Até 57 cm = M

Até 59 cm = G

Até 61 cm = GG

Agradecimento especial a minha querida irmã Giselle que gentilmente cedeu lindas fotos dela para o Blog.

Meus chapéus (Arezzo, panamá (Rio Branco), Marcatto)

Chapéus da Giselle  (Marcatto)

4 Replies to “Chapéus, Use e Abuse!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*